domingo, 1 de março de 2015

A tendência se acentua em março. Olhe mais para dentro do que para fora, fale menos, ouça mais.





Arte de Grzegorz Ptak.

"Aja com delicadeza, estamos caminhando sobre porcelana. Uma conjunção astral predispõe a discussões, conflitos e violência. A tendência se acentua em março. Olhe mais para dentro do que para fora, fale menos, ouça mais. Beba chá para eliminar venenos psíquicos. Encape fios elétricos. Pratique a caligrafia em folhas transparentes, facilite a leitura. Proteja-se dos espinhos com papel de seda e plante a outra rosa."

Célia Musilli

E eu desejo amar todos que eu cruzar pelo meu caminho





 Arte de Franz Von Stuck


“Agora é brincar de viver
Não esquecer, ninguém é o centro do universo
Assim é maior o prazer

(...) E eu desejo amar todos que eu cruzar pelo meu caminho

Como sou feliz, eu quero ver feliz
Quem andar comigo, vem
Lá lá lá lá lá”

Maria Bethânia

se quisermos criar um diamante, o carvão deve ser colocado sob toneladas de pressão;


 

"se colocarmos um pedaço de carvão sobre a mesa, ele vai continuar um pedaço de carvão. Entretanto, se quisermos criar um diamante, esse carvão deve ser colocado sob toneladas de pressão; apenas com essa pressão é que ele se torna um diamante.
O mesmo acontece conosco. Quando confrontamos desafios e dificuldades na vida - quando somos colocados sob pressão - podemos crescer e avançar em nosso caminho espiritual. "

Karen Berg

sábado, 28 de fevereiro de 2015

onde a Fonte da Juventude, onde?


Arte de Marta Orlowska

 “Não acho maravilhoso envelhecer. A gente envelhece na marra, porque não há mesmo outro jeito, já fui a tantas estações de águas, já bebi de tantas fontes – onde a Fonte da Juventude, onde?”

Lygia Fagundes Telles, in "A disciplina do amor".

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Verdade, mentira, o que será a realidade?


 Arte de Pramod Kurlekar


"Verdade, mentira, o que será a realidade?
O que falo será verdade ou mentira?
O que dizes pode ser mentira mas também verdade.
Quem acredita no que digo?
Quem acredita no que dizes?
Se digo dos segredos, tu dizes do segredo ao contrário,
tomo nas mãos e embaralho
e tu trocas alho por bugalho, que nem nas contas do rosário.
Verdade, mentira, pega na alça e vira, o que sai de dentro?
Um monte de pó se solta ao vento, envenenamento?
Digas a um cego e ele acredita, digas a um sábio...
nada que disseres sorverá, enojado de ti certamente...
Talvez... que dizer uma feliz mentira possa valer
mais que a doce verdade,
uma mentira poderá fazer feliz alguém
e a verdade matar o que palpita no coração,
matando toda alegria de vida e real satisfação.
Penses antes de dizer: verdade ou mentira!

Marta Peres

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Será que eu falei o que ninguém ouvia? Será que eu escutei o que ninguém dizia?



Arte de  Duane Bryers


"Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia
Eu não encho mais a casa de alegria
Os anos se passaram enquanto eu dormia
E quem eu queria bem me esquecia

Será que eu falei o que ninguém ouvia?
Será que eu escutei o que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar, me adaptar
Eu não vou me adaptar, me adaptar
Eu não vou me adaptar, me adaptar


Eu não tenho mais a cara que eu tinha
No espelho essa cara já não é minha"


Nando Reis

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções.





Arte de Marta Orlowska


"Ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções. Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato."

 Augusto Cury

Esquecer é uma necessidade.



Arte de Ludmila Curilova


“Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito”

Machado de Assis em  “Verba Testamentária”

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

somos capazes de suportar bem mais do que achávamos





Marina Dieul

 
"Acho que é isso: crescer é descobrir que a gente sempre precisa da gente mesmo. E que somos capazes de suportar bem mais do que achávamos."

Clarissa Corrêa.