sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Então, já é Natal?






Segunda feira 14 de novembro começamos por contratar uma van para nos levar a  lugares de Canela- Gramado, sendo  guia e donos do nosso tempo e espaço. Foi uma idéia muito boa.

Seguimos para o Lago Negro, na rua  Rua A. J. Renner .

Inicialmente o lago era chamado Vale do Bom Retiro, porém após um incêndio que arrasou a imensa mata existente na região, Leopoldo Rosenfeldt construiu o lago, decorando suas margens com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, daí seu nome, Lago Negro.
Pinheiros e hortênsias (no verão) emolduram o lago verde escuro de águas profundas onde pedalinhos-cisnes  dão alegria e colorido.
É o ponto turístico mais visitado da cidade.


 Depois fomos ao museu do perfume na Av. das Hortênsias, 3662. Lá, nos foi apresentado a fabricação de águas de cheiro, bem como as plantas e as ervas das quais são extraídas as melhores essências.






Tomando um chimarrãozinho lá vamos nós, de van, para a Cascata do Caracol. 





É um dos pontos turísticos mais visitados da região sul do Brasil. A água percorre uma formação basáltica e despenca do topo em queda livre de 131 metros. 




Tem um mirante com vista para a cascata e o vale, onde deu para apreciar a beleza da queda d‘água e fotografar. Também oferece uma vista de 360º do parque através do observatório onde um  elevador panorâmico conduz o visitante a plataforma envidraçada a 30 metros de altura . 



 Parque do Caracol



 Estação Sonho Vivo


Dentro do Parque do Caracol tem a Estação Sonho Vivo onde pudemos desfrutar de um passeio de trem, (rapidinho, rapidinho, muito rapidinho) conduzido pelo maquinista, carinhosamente conhecido como Zé do Apito e nos levando até a Vila dos Imigrantes onde posamos ludicamente para várias fotos. 




Até tive um momento  “Gisele”, num espelho mágico que me deixou longelínea. Show!



  
"Meio-dia, 
  panela no fogo,
barriga vazia”


E como passava das 2 horas da tarde, põe vazia nisso!
Mas resolvido estava, pois  combinamos  "nos  acabar"  num café colonial. O escolhido foi o Gramado café Colonial.









Após um banquete dos Deuses e tortas  saborosíssimas de complemento ( como se precisasse),em vez de um soninho reparador, fomos queimar calorias num passeio pelo Parque Knorr, precisamente na Aldeia do Papai Noel.
 




Esse é o único parque oficial do papai noel no Brasil, e durante o ano inteiro, a aldeia do papai noel abre seus portões. Então, é Natal o ano todo.






O  bosque é repleto de trilhas, e abrigam a casa do Papai Noel e sua fábrica de brinquedos onde está o Papai Noel - em carne e osso e com barbas verdadeiras. Foi com ele que tiramos fotos e ouvimos um discurso maravilhoso e votos e um abençoado natal.



Jardim dos Os Elfs 




Um mirante com  850m de altitude  descortina uma paisagem exuberante para o Vale do Quilombo, o município de  Canela ao fundo e a Av das Hortênsias abaixo. 






 Alojamento dos Papais- Noeis




Quarto do Papai Noel



  na casa de Papai Noel

 
Tradução:

“O homem precisa de um lugarzinho, mesmo que seja pequeno para que possa dizer:
Veja isso, aqui é meu!
Aqui eu vivo, aqui eu amo, aqui eu descanso
Aqui é minha pátria. Aqui eu estou em casa"


O Parque ainda tem a belíssima Pirâmide de Natal, o Museu do Brinquedo, o Chalé dos Ursos (com ursos em movimento), Carrossel, a Praça da Neve (com neve artificial que faz a alegria dos turistas), Chafariz no gramado principal, Coreto, Presépio com bonecos eletrônicos, Oratório, Casa das Miniaturas, Garagem do Papai Noel e um trenzinho que percorre todos os caminhos do parque.

Na saída, ganhei um certificado da Aldeia, relatando que eu, Martha Helena, visitei o Parque temático, e desfrutei de momentos inesquecíveis e levei em meu coração o carinho e a magia do Natal. Assinado por  Mamãe Noel e Papai Noel....Ame!



O maior coelho de chocolate



Não poderia voltar para casa sem chocolates para meu marido. 
Fomos então  no Reino do Chocolate, o primeiro espaço temático de chocolate no Brasil, inspirado numa visita do diretor do chocolate Caracol Julinho Cavichioni fez ao Schokoladenmuseum (Museu do Chocolate), em Colônia, Alemanha em 2001.



As paredes do hall de entrada tem quadros lindos sobre chocolate e o vício de comê-los. por exemplo:








Voltamos para o hotel...Porque a noite promete em Canela....

Nenhum comentário: