terça-feira, 21 de abril de 2015

Ficar estagnado, esperando pelo retorno do passado, é tão inútil quanto esperar o bonde que passava antigamente.


Arte de Miriam Briks
 
CERTA VEZ, DUAS MOSCAS CAÍRAM NUM COPO DE LEITE. 

A primeira era forte e valente. Assim, logo ao cair, nadou até a borda do copo.

 Como a superfície era muito lisa e suas asas estavam molhadas, porém, não conseguiu escapar. Acreditando que não havia saída, a mosca desanimou, parou de se debater e afundou.

Sua companheira de infortúnio, apesar de não ser tão forte, era tenaz e, por isso, continuou a se debater e a lutar. Aos poucos, com tanta agitação, o leite ao seu redor formou um pequeno nódulo de manteiga no qual ela subiu. Dali, conseguiu levantar vôo para longe.

Por favor, continue lendo esta história até o fim.

Tempos depois, a mosca tenaz, por descuido, novamente caiu num copo, desta vez cheio de água. Como pensou que já conhecia a solução daquele problema, começou a se debater na esperança de que, no devido tempo, se salvasse.

Outra mosca, passando por ali e vendo a aflição da companheira de espécie, pousou na beira do copo e gritou:

"Tem um canudo ali, nade até lá e suba".

A mosca tenaz respondeu:

"Pode deixar que eu sei como resolver este problema".

E continuou a se debater mais e mais até que, exausta, afundou na água.

Soluções do passado, em contextos diferentes, podem transformar-se em
problemas. Se a situação se modificou,dê um jeito de mudar.

Quantos de nós, baseados em experiências anteriores, deixamos de observar as mudanças em redor e ficamos lutando inutilmente até afundar em nossa própria falta de visão?

Criamos uma confiança equivocada e perdemos a oportunidade de repensar nossas experiências. Ficamos presos a velhos hábitos que nos levaram ao sucesso e perdemos a oportunidade de evoluir. E por isso que os japoneses dizem que na garupa do sucesso vem sempre o fracasso. 

Os dois estão tão próximos que a arrogância pelo sucesso pode levar à displicência que conduz ao fracasso.

Os donos do futuro sabem reconhecer essas transformações e fazer as mudanças necessárias para acompanhar a nova situação.

Se você leu apenas a primeira parte da história da mosca, talvez tenha pensado:

"Essa eu já conheço". Leia o final para ver o que aconteceu com a mosca.

Agora responda: será que em alguma área de sua vida você está agindo como a mosca da história? 

Infelizmente, soluções do passado podem transformar-se em problemas no presente. 

Quando o contexto muda, as soluções mudam também. 

Ficar estagnado, esperando pelo retorno do passado, é tão inútil quanto esperar o bonde que passava antigamente.

É preciso estar atento

"Se a única ferramenta que você tem é o martelo, você tende a tratar tudo como se fosse um prego."

Abraham Maslow 

Roberto Shinyashiki In: "Os Donos do futuro" p. 137-8

Nenhum comentário: