domingo, 2 de junho de 2013

ser eternamente adolescente nada é mais demodé


Arte de Vladimir Dubossarsky


"Pois ser eternamente adolescente nada é mais demodé
Com uns ralos fios de cabelo sobre a testa que não para de crescer
Não sei por que essa gente vira a cara pro presente e esquece de aprender
Que felizmente ou infelizmente sempre o tempo vai correr
Não quero morrer pois quero ver
Como será que deve ser envelhecer
Eu quero é viver pra ver qual é
E dizer venha pra o que vai acontecer"

Arnaldo Antunes

Nenhum comentário: