quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Viajar não cura sofrimentos


Arte de Janet Hill

“Viajar não cura sofrimentos, mas nos faz perceber que podemos ser bem mais que turistas esporádicos – podemos, isso sim, ser viajantes durante 365 dias do ano, em qualquer lugar em que se estiver, incluindo onde se mora. Comprometer-se com o encantamento contínuo pela vida não impede desconfortos do coração, dívidas com o banco ou conflitos familiares, mas dá uma trégua pra alma".



Martha Medeiros - "Um Lugar na Janela – Relatos de Viagem".

Nenhum comentário: